Nossa espiritualidade

nasceu da Renovação Carismática Católica. Com experiências bem peculiares atingimos um perfil que nos faz identificarmos facilmente, principalmente com os jovens. Como fonte inesgotável de misericórdia, sentimo-nos chamados a devoção ao Coração de Jesus que existe desde os primeiros tempos da Igreja, desde que se meditava no lado e no Coração aberto de Jesus, de onde saiu sangue e água. Desse Coração nasceu a Igreja e por esse Coração foram abertas as portas do Céu. Em nossas buscas de fidelidade assumimos as entregas de consagração, oferecimento, eucaristia e promessas.

A vocação ao Imaculado Coração de Maria

é o centro de nossa espiritualidade, pois não só como Mãe de Deus, mas ela é intercessora, formadora da humanidade e primeiro modelo de consagrada. Ela viveu com excelência o sentido de Virgem, Mãe e esposa. Imitar seu Sim é nossa busca interminável para nos tornarmos melhores filhos.

A providência de termos São João Batista

como Baloarte deve ser para a comunidade uma força maior da responsabilidade de anunciar o evangelho de Jesus Cristo sem temer, sem desfalecer, na certeza de que Jesus está à frente. A comunidade deve sempre espelhar em João Batista como um homem, escolhido por Deus, penitente, ungido pelo Espírito Santo e conhecedor da palavra. João enfrentou inúmeras dificuldades e verdadeiramente assumiu seu papel de levar a Boa Nova a todos os povos até as ultimas conseqüências: o de morrer pelo Reino. (LRV Art 11)
botao